Conheça o Espaço FETAEP

28/04/2020 | Comunicação/Imprensa | DAP

Seab prorroga o prazo do Compra Direta Paraná

A demanda é uma solicitação da FETAEP e beneficia o agricultor familiar

Os agricultores familiares ganharam um novo prazo para elaboração dos projetos de venda do Programa Emergencial Compra Direta Paraná. O Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional (Desan), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, estendeu o prazo, que terminaria nesta segunda (27), até às 12 horas do dia 4 de maio. O anúncio atende a solicitação da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores Familiares do Estado do Paraná (FETAEP) e foi feito pelo secretário da Agricultura Norberto Ortigara e pela diretora do Desan Márcia Cristina Stolarski durante videoconferência com o presidente da entidade, Marcos Brambilla.

“Este adiamento veio em um momento muito importante para a agricultura familiar. Nós dialogamos bastante com o Desen e com o secretário e explicamos que algumas cooperativas e associações não tinham conseguido se cadastrar até então e que o ideal seria estender o prazo., explicou Marcos Brambilla, presidente da FETAEP.

O secretário de Agricultura, Norberto Ortigara, explicou que o programa foi criado para socorrer as micro e pequenas empresas do Paraná e manter a compra dos produtos provenientes da Agricultura Familiar. “Atualmente temos mais de mil entidades filantrópicas cadastradas para receber esses produtos. Após a pandemia, esperamos que esse possa se tornar um projeto permanente.” 

A diretora do Desan, Márcia Cristina Stolarski, enfatizou a importância do programa para a segurança alimentar do Paraná. Segundo ela, está prevista a compra de mais de 70 itens produzidos pela agricultura familiar, contemplando assim a grande variedade de produção existente no estado e possibilitando o fornecimento e a substituição de itens em decorrência de problemas climáticos, logísticos ou de sazonalidade. “A iniciativa mantém o acesso à renda por parte dos agricultores familiares e também garante alimentação às populações mais necessitadas, ou seja, ambos podem ser considerados beneficiários do Compra Direta”, explica Márcia.

Além da rede socioassistencial, restaurantes populares, cozinhas comunitárias, bancos de alimentos, hospitais filantrópicos e Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) são alguns dos destinos para os gêneros alimentícios adquiridos pelo programa.

Durante a videoconferência, a FETAEP anunciou que a está realizando treinamentos internos para atender a todas as dúvidas sobre a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), documento essencial para se cadastrar no edital da Seab. “A FETAEP também disponibilizará no site orientações para os agricultores elaborarem seus projetos de venda”, afirmou Marcos Brambilla. 

Quem não acompanhou a videoconferência, pode ter acesso na íntegra, no YouTube da Fetaep, pelo link https://www.youtube.com/watch?v=-IacR-wQ93s 

O Programa

O Programa Emergencial Compra Direta Paraná irá adquirir gêneros alimentícios da agricultura familiar que serão destinados à rede socioassistencial. O Governo do Estado destina R$ 20 milhões para este programa. O limite é de até R$ 20 mil por agricultor ao ano. Os recursos fazem parte do Fundo Estadual de Combate à Pobreza. O prazo para o fornecimento desses alimentos comprados pelo programa será de três meses, a partir da contratação.

 

Informações sobre o Seguro para Agricultor Familiar e Assalariado Rural.
Sistemas de Arrecadacao da FETAEP

Cotação Agrícola

Cotação Agrícola da DERAL/SEAB
Jornal da FETAEP
jornais
Voz da FETAEP
vídeos

FETAEP - Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores Familiares do Estado do Paraná

Rua Piquiri, 890 - Rebouças - Curitiba - CEP: 80230-140 | Fone: (41)3149-9200 | Fax: (41)3222-1788 | E-mail: fetaep@fetaep.org.br